O que considerar ao fazer projetos de casas sustentáveis?
Publicado por Sistema MyWay | 13/07/2017

O que considerar ao fazer projetos de casas sustentáveis?

Cada vez mais recorrente em todo o mundo, a preocupação com o meio ambiente não poderia deixar de atingir a demanda habitacional. Responsáveis por grande impacto no meio em que são construídos, residências e edifícios também podem (e devem) colaborar com a preservação do planeta. E hoje, felizmente, existem projetos de casas sustentáveis que ajudam nessa missão.

Você já conhece esse tipo de projeto? Quer saber como se caracteriza? Então continue a leitura e descubra diversas informações sobre projetos de casas sustentáveis!

O que é arquitetura sustentável?

A preocupação da arquitetura com o meio ambiente se reflete na aplicação de técnicas, processos e estruturas com baixo consumo energético e uso de materiais reaproveitados, reduzindo o impacto da construção sobre o ambiente em que se localiza.

Esse tipo de preocupação, além do benefício à natureza, também pode aumentar o conforto dos moradores, sua saúde e a valorização da residência, além de diminuir riscos e custos da construção.

Como implementar a arquitetura sustentável?

Existem alguns aspectos fundamentais que favorecem a sustentabilidade de um projeto. Confira:

Aproveite os recursos naturais

O uso de elementos oferecidos pela natureza para o funcionamento da casa é uma das principais vantagens desse tipo de projeto.

É possível instalar painéis solares no telhado e gerar energia elétrica suficiente para alimentar a casa durante o dia e, ainda, aproveitá-la durante parte da noite, reduzindo o uso de energia da concessionária.

Esse tipo de energia pode ser produzida mesmo em dias chuvosos ou nublados, pois depende apenas da intensidade da radiação solar que atinge os painéis no telhado.

Além disso, as placas de captação também são usadas para aquecer a água de chuveiros, pias e piscinas, sendo uma fonte de energia abundante e completamente gratuita. 

Outra forma de usufruir dos recursos naturais para as demandas da casa é por meio de um sistema de captação de água da chuva. Ele coleta a água das precipitações durante todo o ano e a armazena em um reservatório específico para uso em descargas e limpeza de calçadas, automóveis e até mesmo de roupas.

O aproveitamento da água da chuva reduz consideravelmente o consumo de água tratada, pois grandes vilões do desperdício, como descargas e limpeza de áreas externas, passam a ser atendidos pelo sistema de captação. Além disso, aproveita-se de um fenômeno 100% natural.

Uma terceira forma de diminuir o impacto ambiental de uma residência é com o máximo aproveitamento da ventilação e luz naturais. Para isso, é preciso privilegiar a ventilação com grandes janelas, dispostas de forma a favorecer a passagem do vento pela casa. Assim, diminui-se o uso de ventiladores e ar-condicionado e, consequentemente, de energia elétrica.

As janelas dispostas de forma estratégica, de acordo com a localização da residência, também favorecem a iluminação natural da casa pelo máximo de tempo possível, reduzindo o uso de luz artificial.

Utilize materiais sustentáveis

A preocupação com a sustentabilidade da residência deve começar na escolha dos materiais de construção. Para projetos ambientais, prefira empregar materiais reaproveitados e reciclados, como madeira de construção e cimento feito à base de resíduos industriais. Procure também por tintas com ingredientes naturais e que não sejam tóxicas, assim como tijolos, telhas e revestimentos sustentáveis.

Dê mais espaço ao verde

Jardins externos e internos favorecem a umidade do ar e contribuem para o bem-estar dos moradores. Agora, é possível também fazer um telhado verde, de forma a compensar parte do terreno que foi ocupado pela edificação.

Para isso, basta impermeabilizar a cobertura da casa e colocar solo fértil para vegetação. Dessa forma, cria-se um jardim suspenso que vai reduzir a temperatura dentro da casa e facilitar a drenagem, além de oferecer isolamento acústico e um efeito estético singular.

Deve-se, ainda, respeitar as condições e o formato do terreno, assim como a vegetação nativa e cursos de água, sem alterar o aspecto natural da área.

Como é possível observar, projetos de casas sustentáveis devem suprir as necessidades dos moradores e, ao mesmo tempo, respeitar o ambiente e os recursos naturais, contribuindo com maior eficiência, economia e qualidade de vida a todos.

Agora que você já conhece o essencial para tornar seus projetos mais sustentáveis, assine também nossa newsletter e receba mais informações sobre inovação, arquitetura e decoração!